Arquivos da categoria: Linguagem

  • 0

Telefone sem fio: brincadeira para estimular a fala e audição.

 

Telefone sem fio

Quem nunca brincou de Telefone sem fio?

Ou com fio? 

 

Costumo dizer que essa é uma brincadeira “de Fono”, pois em uma simples diversão podemos alcançar muitos objetivos para estimular a fala e audição.

Primeiramente, a alegria de montar seu próprio brinquedo. Hoje a maioria das crianças vive cheia de brinquedos caríssimos, com tantos acessórios (que se perdem em uma semana!) e muitos aparelhos tecnológicos. São legais e importantes? Claro! Mas nada substitui a “mão na massa” e o prazer de participar da construção.

A criança só sabe valorizar aquilo que faz parte da sua vida.

Óbvio né?  Então vamos pensar mais no óbvio!!!

Temos também o falar baixinho, esperar a sua vez de falar, controlar a ansiedade, o ouvir com atenção, se concentrar no amiguinho, decodificar o que ouviu, associar o que ouviu, raciocinar, emitir a resposta, articular bem para que o próximo entenda, tampar a boca para que ninguém tente trapacear, não se atrapalhar com o barulho dos amigos quando vai ouvir a mensagem no ouvido, inventar uma outra palavra quando você não imagina o que o outro falou e, se você for o último, falar em voz alta sabendo que todos vão rir e achar engraçado. Nisso podemos trabalhar aspectos emocionais, como segurança, confiança, autoestima, saber perder, aceitar errar, compartilhar liderança… e por aí vai.

Viu só que interessante?  São muitos resultados alcançados e estimulados em uma brincadeira aparentemente simples, sem recursos caros. Você só precisa de alguns minutinhos. Podemos fazer muito para estimular nossas crianças, com quase nada!

Espero que aproveite essa dica e articule bem as palavras com o seu filho nessas férias. Ensino-o a falar dando exemplos durante a brincadeira. Não é necessário dizer “não é assim, filho!” Apenas diga o correto: Ah… você quer o telefone agora! Ou agora é a sua vez. E não se esqueça de esperar o tempo de resposta dele. Não se afobe. Tenha paciência. Algumas crianças são observadoras e demoram mais para responder.

Esperar… é um ótimo desafio para adultos!

Um abraço enorme!!!!

Com carinho, Guaciara

 

#guaciarafornaciari

#doutoraescola

#fonoaudiologia


  • 0

Perguntar o que seu aluno criou estimula a Linguagem

Tenho certeza que você já planejou uma aula ou atividade com pecinhas de encaixe. Acertei?

Eu já, várias vezes. Pois são muitos os objetivos que podemos trabalhar com as crianças, além de ser algo que elas adoram.

Mas você nunca pode se esquecer de dizer a ela:

– “Que lindo! O que você montou?”

 

Vamos imaginar que você é uma professora que está sempre preocupada em deixar a sala arrumada, ou preocupada com o relógio, com a hora do lanche, hora da saída… E você entrega as pecinhas de encaixe para conseguir escrever nas agendas e não se atenta que pode sim ter um objetivo claro nesse momento.

Eu sei que a rotina do professor é bastante corrida. Sei mesmo!!!  Mas o que eu vou te pedir é que quando o seu aluninho se levantar, vir até você e falar: – “Tia? (ou prô) Olha o que eu fiz?”

Pare e olhe nos seus olhos. Pergunte o que ele montou. Incentive a criatividade. Pergunte se ele agora pode montar o cenário. Elogie.

Quando você pergunta o que a criança montou, ela descreve o próprio pensamento, a sua lógica, a criatividade, o conhecimento. Já aconteceu de uma criança quando disse o que criou, lembrar-se de um detalhe muito importante e refez todo o trabalho. Desse modo, a criança constrói e reconstrói seus significados, amplia possibilidades e aumenta o repertório de palavras/frases.

E vamos pensar: Se você faz algo que as pessoas não gostam ou não se importam, você terá vontade de continuar fazendo? Terá incentivo para ir além?

As crianças também são assim. Não perca uma oportunidade de fazer sua profissão valer a pena!Pergunte o que os seus alunos montaram (1)

 

Com gratidão.

Gua

 

#guaciarafornaciari

#doutoraescola

#fonoaudiologia